CAVALO CASTRADO CLANDESTINAMENTE MORRE EM TRAMANDAÍ

Por Gelcira Teles
Fotos: Sonia Michelon
Após sofrer durante horas, o Corpo de Bombeiros foi resgatar o animal abandonado na noite de domingo, 27, em Tramandaí, RS. De acordo com informações de Virnaalice Marciel, a médica veterinária Anamaria Brenner Lima e a voluntária Sonia Michelon, da Aimpa (Associação Imbeense de Proteção aos Animais), ficaram das 23h de domingo às 2h da madrugada de segunda medicando o cavalo. O animal estava com tétano, devido à castração feita clandestinamente (com facão), requerendo cuidados e medicação diária, mas a Prefeitura de Tramandaí não teria profissional disponível, nem os remédios para o procedimento. O cavalo morreu hoje.
Nas redes sociais os protetores denunciam as péssimas condições do curral da Prefeitura de Tramandaí, que deveria ser responsabilizada pela falta de atendimento, cabendo também à policia apurar e responsabilizar criminalmente quem fez essa barbárie com o cavalo. “O caso é muito grave. O pobre animal ficou com os órgãos genitais expostos, abaixo de chuva”, escreveu um deles. Segundo informaram, a Aimpa e os protetores de Tramandaí vão registrar ocorrência policial por maus tratos e abandono contra os tutores do cavalo, bem como ajuizar uma ação contra o curral municipal de Tramandaí.
A Aimpa solicita que as pessoas depositem qualquer quantia na conta 0685399300, Ag. 0575, Banrisul, CNPJ 11114728/0001-60, para cobrir os R$ 500,00 decorrentes do atendimento ao equino.

cavalo

vet

Share this:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami