Ao ajudar motorista sem gasolina, mulher tem carro e cachorro roubados em Porto Alegre

O Veículo foi encontrado no dia seguinte na Zona Norte da capital gaúcha, mas o poodle chamado Pity, que estava com a família há 16 anos, continua desaparecido.

ma ação de generosidade terminou em tristeza para a costureira Andiara Penz, de 56 anos. Ao tentar ajudar um homem sem gasolina no sábado (23) à noite em Porto Alegre, ela acabou tendo o carro e o cachorro, do qual cuidava há 16 anos, roubados.

Era por volta das 22h e chovia quando Andiara ia de carro para Itapuã, em Viamão, na companhia de Pity, um poodle. No caminho, na Zona Sul da capital gaúcha, ela viu um homem sem gasolina pedindo ajuda.

“Eu parei e disse que dava uma carona porque tinha um posto há um quilômetro do local”, conta Andiara.

De acordo com a costureira, eles conversaram sobre assuntos banais durante o caminho. Ao chegar até o posto, viram que o estabelecimento estava fechado. Foi quando começou a confusão. Andiara pediu que ele descesse do veículo e o caroneiro recusou.

“Ele disse que não ia sair do carro, que queria que eu levasse ele de volta. Eu saí do carro e ele também. Foi quando ele se avançou em mim, meio que me empurrou, entrou no veículo e foi embora levando o meu carro e o meu cachorro”, conta.

Depois disso, Andiara foi para a estrada pedir socorro. Uma família parou e a polícia foi acionada. A costureira fez boletim de ocorrência na delegacia de Bélem Novo, na Zona Sul de Porto Alegre. Na manhã de domingo (28), o carro foi encontrado na Zona Norte da capital gaúcha.

“O carro foi recuperado, mas estava sem as rodas, não tinha rádio, acho que tentaram tirar a bateria”, relata.

Mas o cachorro de Andiara não estava no local. A costureira conta que a família criava o animal, desde quando ele tinha 40 dias.

“Ele é idoso, já está ceguinho e meio surdo. Temos ele desde pequeno. É meu filho peludo”, afirma.

De acordo com Andiara, o cachorro é branco, tamanho médio e tem suas limitações. Quem tiver informações pode entrar em contato pelos telefones (51) 99961-9479 ou (51) 99402-5948.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *